Jung

Encontros

A Psicologia nos permite ir de encontro a alma... pois ela pode ser tão doce como uma poesia e tão profunda que nos promove a consciência.

A metáfora é uma de suas linguagens, assim como o sonho, os contos, os mitos, os desenhos...

A conversa, a troca, que acontece na terapia é inigualável a qualquer outro contexto de relação, por isso o papel do psicólogo deve ser tão valorizado, pois não há outro como esse.

E assim, aparece outro instrumento de se chegar a alma daquele que procura a psicologia para encontrar o seu caminho, a Astrologia.

Segundo Jung em O Segredo da Flor de Ouro ([1929] 1990):

"A Astrologia merece o reconhecimento da Psicologia, sem restrições, pois representa a soma de todo o conhecimento da Antiguidade".

E no livro Sincronicidade ([1972] 2002), Jung diz:

"Como psicólogo, interesso-me sobretudo pela luz que um mapa natal lança sobre certas complicações no caráter. Em casos de difícil diagnóstico psicológico, eu normalmente uso o mapa natal a fim de obter um outro ponto de vista de um ângulo completamente diferente. Devo dizer que muito frequentemente dados astrológicos elucidaram certos pontos que de outra forma teriam sido impossíveis de entender."


terça-feira, 18 de maio de 2010

Os 4 Elementos



Fogo


Os signos do elemento Fogo têm a chama da inspiração como norte na vida. Precisam de atividades que os excitem e motivem para se sentirem vivos e manter uma boa saúde em geral.

Quem tem esse elemento predominante no mapa sente necessidade de se envolver com outras pessoas desse elemento, que tenham metas e aspirações progressistas, inspiradas. Também precisam e gostam de mexer o corpo com atividades físicas, para assim ativarem essa energia ígnea constantemente. Gostam de atividades ao ar livre e em espaços amplos, onde possam se expressar livremente.

Segundo Christiany Catafay: 
“O símbolo do fogo é amplo, rico e ambíguo. O fogo pode criar, transformar ou destruir. Refere-se a uma energia universal irradiante, algo excitável e entusiasmante, que, através de sua luz, dá colorido ao mundo... Imitando o cosmos em expansão, os signos de fogo tendem ao exagero. Não existe um interesse pela visão pragmática da vida. Essa dificuldade em concentrar a visão globalizante do mundo sobre algo material ou corriqueiro gera insensibilidade.” Catafay, C., Simbolismo da Astrologia no Corpo: Um estudo sobre os signos de Fogo in: Jung & Corpo, Revista do Curso de Especialização em Psicologia Analítica e Abordagem Corporal, 2009, n 9, p.44)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget