Jung

Encontros

A Psicologia nos permite ir de encontro a alma... pois ela pode ser tão doce como uma poesia e tão profunda que nos promove a consciência.

A metáfora é uma de suas linguagens, assim como o sonho, os contos, os mitos, os desenhos...

A conversa, a troca, que acontece na terapia é inigualável a qualquer outro contexto de relação, por isso o papel do psicólogo deve ser tão valorizado, pois não há outro como esse.

E assim, aparece outro instrumento de se chegar a alma daquele que procura a psicologia para encontrar o seu caminho, a Astrologia.

Segundo Jung em O Segredo da Flor de Ouro ([1929] 1990):

"A Astrologia merece o reconhecimento da Psicologia, sem restrições, pois representa a soma de todo o conhecimento da Antiguidade".

E no livro Sincronicidade ([1972] 2002), Jung diz:

"Como psicólogo, interesso-me sobretudo pela luz que um mapa natal lança sobre certas complicações no caráter. Em casos de difícil diagnóstico psicológico, eu normalmente uso o mapa natal a fim de obter um outro ponto de vista de um ângulo completamente diferente. Devo dizer que muito frequentemente dados astrológicos elucidaram certos pontos que de outra forma teriam sido impossíveis de entender."


quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Astro - SOL





¨Sol da minha vida¨. Sim, o Sol é a vida, é o espírito, a chama que nunca se apaga, ou ao menos, que nunca deve se apagar.

O Sol na Astrologia diz sobre o que há na alma, o ponto que o indivíduo sabe que é, aquelas características que ele sabe que tem, sabe que é, a forma de pensar, a energia principal e pura, forte, alta, que expressa o mais forte de seu Ser.

Na mitologia greco-romana é a representação do deus Apolo, um deus olímpico, uma das maiores divindades. Filho de Zeus e Leto, irmão de Artemis. Depois de Zeus, o mais venerado de toda Antiguidade Clássica. Identificado como o sol e a luz da verdade, protegia ou ameaçava desde os céus. Através dele os homens se tornavam conscientes de seus pecados e os purificava. Presidia as leis da religião e era simbolo da inspiração profética e artística.

Temido pelos outros deuses, somente obedecia a seus pais. Era deus da morte súbita, pragas e doenças, mas também da cura e proteção contra forças malignas.

Era deus da Beleza, Perfeição, Harmonia, Equilibrio e Razão. Ligado a natureza às ervas e aos rebanhos, protetor dos pastores, marinheiros e arqueiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget